Decidimos ter filhos. E agora?

Passamos a fase da decisão, mas ainda estamos caminhando e, por hora, decidimos nos organizar para tentar engravidar em 2020. Tentar é a palavra certa, já que não sabemos se vamos conseguir ou quanto tempo vai demorar até que a gravidez de fato ocorra.

baby-1299514_1280

Pra começar a nos organizar para esse momento eu  pesquisei um pouco, mas nada parecia se encaixar com o meu momento, a maior parte dos textos já parte pra começar a tentar ter filhos e a programação que vem com a gravidez, mas eu queria algo pra quem quer se organizar para começar a tentar, então resolvi criar meu próprio texto (e caminho) e vou tentar atualizar esse post com o que for acontecendo! Quando a gente passar para a próxima fase vou fazer uma versão resumida deste post.

1- Entender mais sobre as formas de parto e a procura por uma ginecologista e obstetra: Sempre li muito sobre esse assunto e a violência no parto é algo que me assusta muito. Por isso assim que tomamos a decisão já iniciei a busca por uma médica (nessa área tenho preferência por mulher, mas sei que exitem vários médicos muito qualificados também) que atenda e acredite nas mesmas coisas que eu. Por já ter algum conhecimento eu passei a pesquisar mais sobre parto humanizado e natural e passei a buscar uma médica que atenda nessa linha. Cheguei em alguns nomes e pedi indicações e acabei chegando na Dra. Danielly Werka. Marquei uma consulta porque apesar de não começar a tentar engravidar nesse momento eu já quero que a médica me conheça e tenha um certo histórico sobre mim e não só me acompanhe na gestação e parto, mas seja a minha ginecologista, que a gente crie esse vínculo desde já.

Sou controladora e a ideia de só iniciar essa busca quando já estivesse grávida me deixa ansiosa demais. Já imaginou se eu demoro pra encontrar uma médica compatível?

Também tinha uma preocupação em fazer alguns exames e verificar se minha saúde está ok, se o hipotireoidismo está sob controle (a tireoide afeta a fertilidade). Então já aproveitei para agendar alguns exames de imagem de rotina e de sangue também.

Detalhe importante: o meu plano de saúde já tem cobertura, então não precisei me preocupar com isso, mas é algo importante, já que os planos de saúde costumam ter carência para a realização do parto.

2- Lista de coisas que queremos fazer antes de ter filhos: Vi várias listas assim, com 8 ou 10 coisas pra fazer antes de ter filhos, mas mais uma vez não consegui me identificar com os itens e comecei a montar uma nossa com coisas bem pessoais, que vão desde “colocar um espelho no banheiro” até “reduzir medicação para o pânico”. Gostei bastante dessa lista não só para realmente colocar coisas que queremos concluir, mas para começar a montar uma memória escrita dessa nova fase da vida. Tenho quase certeza de que não vamos concluir toda a lista e nem queremos condicionar a gravidez ao término, mas é bacana como lembrança daquilo quer gostaríamos de fazer agora.

3- Começar a ler sobre gravidez e educação: Sou uma pessoa que gosta de ler e aprender e sempre me interessei sobre educação infantil, por isso já aproveitei para pegar amostras de livros no Kindle, baixar alguns pelo Kindle Unlimited e marcar outros na minha lista de desejos. Se vocês tiverem algum livro legal para indicar coloque nos comentários. baby-200760_19204- Organizar as finanças: Já começamos a organizar nossas finanças para ter uma folga mensal que no futuro será direcionada à gravidez e todos os gastos que vem com ela e com a chegada do bebê.

O que mais vocês acham importante colocar na lista?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s